Aumente sua pontuação
para o teste

+12 pontos
no seu teste

Claro que você quer ser aprovado no teste DELF®!

O teste DELF® (Diplôme d’Études en Langue Française) é uma certificação oficial que atesta a proficiência na língua francesa.

Esse exame é reconhecido em 174 países, como ferramenta para identificar o nível de francês de candidatos internacionais.

Resultado médio /100 obtido em 30 dias de prática, calculado a partir de uma amostragem de 1.000 usuários

Como você consegue ser aprovado no seu teste DELF® com a GlobalExam ?

ge-player
Exercícios corrigidos
Pratique, aprenda com seus erros e avance rapidamente
Simulados
Faça o teste em condições reais e descubra sua pontuação
Monitoramento do seu progresso
Acompanhe seu progresso em tempo real até o dia do exame!
Sequência de estudo personalizada para você
Escolha sua sequência de estudos, adaptada para seu objetivo e manter-se motivado

700.000 alunos já alcançaram
suas metas, agora é sua vez

Aumente as suas chances!

GRÁTIS
€0.00

  • 5 Exercícios específicos

  • 200 Folhas para estudo

PREMIUM
Preço inicial €29.90

  • 11 Simulados

  • 2400 Questões corrigidas

  • 75 Horas de treinamento

  • 3 Sequências de estudo personalizadas

  • 200 Folhas para estudo

  • Estatísticas de acessos

DELF® :

Informações importantes para se lembrar

O DELF (Diploma de Estudos na Língua Francesa) é um exame de língua francesa que propicia um diploma oficial reconhecido pelo Estado e emitido pelo Ministério Francês da Educação Nacional. Esse teste de idioma permite que indivíduos estrangeiros ou franceses, originários de um país que não seja francófono e que não possuam um diploma de ensino médio ou superior francês, atestem seu domínio do idioma.

O DELF pode permitir que você venha estudar na França, apoiar seu pedido para obter a nacionalidade francesa ou ainda se expatriar para o seu projeto profissional.

O DELF existe também em uma versão para jovens destinada a alunos do ensino fundamental e médio: o DELF Scolaire, o DELF Junior e o DELF Prim.

Ao longo dos anos, o diploma DELF alcançou um importante grau de reconhecimento internacional. Hoje, mais de 400.000 inscrições anuais são registradas em mais de 1.186 centros de exames credenciados espalhados em 174 países, incluindo o Brasil.

Essa certificação também possibilita apoiar a política voltada para a cooperação linguística e cultural francesa no exterior, bem como o desenvolvimento de várias organizações e estabelecimentos que ensinam francês em todo o mundo.

O Diploma em Estudos em Língua Francesa (DELF), do mesmo modo que o DALF, inclui vários testes realizados sempre na mesma ordem. Eles avaliam as seguintes habilidades linguísticas:

- Compreensão escrita e oral

- Expressão escrita e oral

- Interação (na forma de uma entrevista oral com um júri).

A duração dos testes, a complexidade dos conceitos de estrutura da linguagem e os requisitos orais sobre a capacidade de se comunicar e interagir facilmente se intensificam até o nível C2. Daí a importância de observar atentamente as diferentes instruções em função do nível.

Um teste dividido em 6 níveis de habilidades

O Diploma de Estudos em Língua Francesa tem a particularidade de estar disponível em diferentes testes (como o DELE), cada um correspondente a um nível definido pelo CERL:

- DELF Nível A1: nível básico de francês de descoberta da língua. O candidato é capaz de interagir em situações simples da vida cotidiana.

- DELF Nível A2: nível básico de francês. O candidato sabe usar expressões educadas e da vida cotidiana.

- DELF Nível B1: nível de francês independente. O candidato pode dar sua opinião, compreender e participar de uma discussão.

- DELF Nível B2: nível de francês independente. O candidato sabe como explicar seu ponto de vista e negociar, usando uma boa argumentação. Ele se sente à vontade para falar.

- DALF Nível C1 e C2: nível experiente. O candidato se sente à vontade com o francês e pode se comunicar com clareza. Ele conhece vocabulário específico e expressões idiomáticas. Estruturas simples e complexas são bem dominadas.

Consequentemente, ao se registrar, o candidato escolhe o nível específico que deseja validar, graças ao DELF. Observe que o DELF abrange os candidatos até o exame B2. Os testes C1 e C2 são cobertos pelo DALF (Diploma Aprofundado da Língua Francesa).

A pontuação do DELF vai de 0 a 100. É composta por 4 seções (compreensão escrita, expressão escrita, compreensão oral e expressão oral), cada uma pontuada sobre 25 pontos. Uma pontuação menor que 5/25 é eliminatória.

O conteúdo dos exames do DELF

  • Expressão escrita:

DELF A1: o teste é dividido em 2 exercícios e dura 30 minutos. Primeiro, o candidato deve preencher um formulário referente a ele. Em seguida, ele deve escrever frases simples sobre um assunto familiar, em 40 palavras no mínimo.

DELF A2: o teste dura 45 minutos e consiste em duas produções escritas. A primeira requer o relato de um evento ou uma experiência pessoal. A segunda consiste em escrever uma mensagem da vida quotidiana (destinada a informar, agradecer ou dar uma informação a alguém, por exemplo).

DELF B1: nesse nível, apenas uma produção escrita é solicitada. O candidato deve escrever um texto em 45 minutos, onde ele expressa seu ponto de vista sobre um tema geral.

DELF B2: nesse teste, o candidato deve posicionar-se, justificando seu ponto de vista e apresentando ideias. Isso pode ser feito sob a forma de uma contribuição para um debate ou uma carta formal.

  • Compreensão escrita:

DELF A1: o candidato deve responder a perguntas de compreensão com base em 4 a 5 documentos curtos sobre assuntos da vida diária. O teste dura 30 minutos.

DELF A2: exercício semelhante ao do nível A1, com perguntas um pouco mais específicas.

DELF B1: nesse teste a prova dura também 30 minutos e inclui dois documentos para analisar, acompanhados de questões.

DELF B2: nesse teste, o candidato possui dois documentos para ler e analisar. O primeiro é ligado à França (eventos atuais ou espaço de língua francesa). O segundo documento é um texto argumentativo com vários pontos de vista.

  • Compreensão oral:

DELF A1: o candidato deve ouvir e entender gravações curtas (de no máximo 3 minutos) sobre assuntos da vida diária. O teste dura 20 minutos.

DELF A2: são 4 as gravações de áudio a serem compreendidas e duram no máximo 5 minutos. O candidato dispõe de 25 minutos para ouvir os documentos e responder às perguntas.

DELF B1: é pedido ao candidato que responda a perguntas sobre 3 documentos. As gravações duram aproximadamente 6 minutos. O teste dura 30 minutos.

DELF B2: o candidato deve responder a perguntas relacionadas a dois tipos de documentos: documentos curtos (como boletins) transmitidos apenas uma vez e documentos mais longos (conferência, transmissão etc.) transmitidos duas vezes. O teste dura 30 minutos.

  • Expressão oral:

DELF A1: o candidato permanece diante de um examinador e o teste ocorre em três etapas: uma entrevista dirigida seguida de uma troca de informações e, para terminar, um breve diálogo. Tudo sobre assuntos simples e familiares. O candidato dispõe de 10 minutos de preparação e o exame dura no máximo 7 minutos.

DELF A2: trata-se também de uma entrevista em três partes: entrevista dirigida, monólogo e depois exercício interativo com o examinador. O candidato tem 10 minutos para se preparar e o exame oral dura aproximadamente 8 minutos.

DELF B1: o exame oral dura 15 minutos, com 10 minutos de preparação para a última parte. O candidato deve primeiro responder a uma entrevista dirigida e, em seguida, realizar um exercício em interação com o examinador para enfim expressar sua opinião sobre um documento apresentado.

DELF B2: nesse nível, o candidato possui 10 minutos de preparação para em seguida apresentar um documento perante o examinador. Ele deverá exprimir seu ponto de vista e defendê-lo. O exame oral dura 20 minutos.

Uma “boa pontuação” no DELF deve ficar entre 50 e 100, sem diferença ou disparidade para as habilidades solicitadas. A validação do nível requer, de fato, uma homogeneidade entre todos os testes.

Para obter uma boa pontuação, o mais importante antes de tudo é escolher o DELF correspondente ao seu nível. De fato, se você não atingir a pontuação mínima exigida para o nível escolhido, você não validará nem o que esperava alcançar nem o inferior. A particularidade do DELF de ser dividido em várias versões diferentes deve, portanto, ser considerada com cuidado. Na verdade, é essencial saber avaliar seu próprio nível e não o superestimar, correndo o risco de ser reprovado.

Por exemplo, se você passar no teste DELF B1 e obtiver 45/100 ou 58/100, mas não obtiver uma classificação igual ou superior a 5/25 em todas as seções dos exercícios, você não obterá a certificação B1 nem o nível DELF A2, para o qual você possui as habilidades necessárias. Os resultados obtidos para as outras seções, embora sejam maiores que 5/25, não serão conservados para a sua próxima passagem no teste B1.

Portanto, se você estiver hesitando entre dois níveis, é altamente recomendável escolher o mais baixo para maximizar suas chances de sucesso e avançar em seguida passo a passo.

Os resultados estão disponíveis dentro de aproximadamente 4 semanas após fazer o DELF, enquanto o diploma é entregue dentro de 6 a 8 meses. Ele é válido para toda a vida.

Ao contrário de muitos exames para os quais a inscrição pode ser feita “on-line”, o DELF não permite isso. De fato, para se inscrever no Diploma de Estudos em francês, é necessário ir diretamente a um dos centros de exames destinados a isso. Não há outras maneiras de se inscrever.

Existem vários centros de exame autorizados a organizar sessões DELF no Brasil. O DELF pode ser realizado em 174 países em todo o mundo através de cerca de 1000 centros de exames. Se você não está na França e deseja encontrar um centro de exame para fazer o DELF, você pode consultar o site do CIEP (Centro Internacional de Estudos Educacionais).

A taxa de inscrição não é fixa, mas varia de acordo com países, cidades e centros de exame. Se for realizado no exterior, o preço do DELF depende dos acordos concluídos com as autoridades locais. Para descobrir o preço do exame e saber o que esperar, não hesite em entrar em contato com um centro de exame, que poderá lhe fornecer informações precisas. A título exemplificativo, as taxas de inscrição para fazer o DELF na Aliança Francesa São Paulo, de acordo com o nível variam de R$ 215,00 a R$ 796,00.

Não existe um método de preparação propriamente dito para passar no DELF. De fato, sua pontuação dependerá principalmente do seu nível de francês espontâneo. É por isso que suas habilidades devem ser aprimoradas o máximo possível antes do exame. No entanto, como em todos os exames padronizados, o DELF pode ser preparado acostumando-se à estrutura do teste e familiarizando-se com suas instruções. De fato, a estrutura do teste é feita de esquemas facilmente identificáveis que se pode aprender a dominar praticando através de DELF simulados.

Para se preparar adequadamente para o exame do DELF e melhorar suas chances, é importante se familiarizar com o idioma, mas também com o próprio exame. Esse treinamento pode passar por diferentes meios: ouvir rádio em francês, assistir televisão em francês, ler a imprensa francesa ou, ainda, se possível, conversar regularmente com uma ou mais pessoas cujo francês é a língua materna. Recursos “on-line” com exercícios típicos para treinamento também estão disponíveis. Como em todos os exames padronizados, é necessária uma preparação rigorosa e intensiva.

Aqui estão as dicas da GlobalExam para ajudá-lo a planejar uma preparação eficaz para o seu exame DELF. Nós lhe aconselhamos a dividir o seu treinamento da seguinte maneira:

- o treinamento ativo: ele consiste em treinar com exercícios padrão, usando as mesmas instruções e estrutura dos exercícios DELF. Esse tipo de treinamento permite aprimorar os conceitos de gramática e vocabulário mais frequentemente encontrados durante o exame. O objetivo também é de familiarizá-lo com o formato específico dos exercícios de compreensão escrita e oral e, ainda, com a produção oral e escrita do DELF.

- o treinamento passivo: esse tipo de treinamento visa fazer você progredir em francês de maneira global, ou seja, melhorar todas as habilidades necessárias para o domínio do idioma. Para isso, os recursos a serem utilizados são os da vida cotidiana: discussão com pessoas francófonas, televisão, imprensa, rádio ... O treinamento passivo é complementar do primeiro e permite deixar à vontade com a gramática e o vocabulário saindo dos padrões DELF-DALF.

Com o GlobalExam e sua plataforma “on-line”, tenha acesso ilimitado a dezenas de exercícios e treinos típicos da DELF, classificados por nível, bem como a muitos temas de DELF simulados gratuitos. Dessa forma, você se acostumará com o formato do teste e seus exercícios, o que maximizará suas chances de sucesso.